GTD e o Ano Novo

2
3310
Permaneça no caminho
"Por favor, permaneça no caminho"

Esta tarde, primeiro dia do ano, eu ouvi o novo podcast do David Allen com a Kelly Forrister, chamado “Tips for a year-end review” (dicas para uma revisão de final de ano). Este podcast é público e pode ser ouvido gratuitamente aqui.

Creio que o podcast seja um recorte de um webinar maior que já ouvi sobre esse assunto no próprio GTD Connect (rede social para usuários de GTD, paga), pois me lembro de ouvir esse trecho antes, em algum lugar. Mas tomei algumas anotações que queria trazer aqui para vocês, sobre como eu vejo a relação do GTD com a chegada de um ano novo.

Para quem faz uma Revisão Semanal toda semana, a cada semana um ano novo é revisado. Essa é a minha visão. Porém, é claro que existem algumas vantagens de revisar o final e o começo de um ano novo civil, e é sobre isso que se trata esse podcast.

Uma das coisas que o David fala é sobre como ele gosta de revisar o ano que passou com a sua esposa, Kathryn. Eles revisam juntos o que conquistaram, o que fizeram, lugares para onde foram viajar, entre outras conquistas. E, do mesmo modo, imaginam juntos o que gostariam que fosse verdade ao final do próximo ano, pois isso é uma maneira de visualizar o que ainda não é real, mas nos traz ideias para trabalhar em projetos e objetivos.

Eu fiz esse exercício hoje (bem a calhar no primeiro dia do ano) e consegui pensar em algumas coisas legais para o meu ano. (Vou escrever mais sobre isso em um post futuro para o Vida Organizada – fique de olho !).

Outro ponto muito interessante que o David sugere é sobre o termo “CLEAN UP” – fazer uma limpa mesmo, em português claro. Porque, afinal, quando eu penso no que quero que seja verdade ao final do ano, certamente uma série de coisas não se encaixam. Quais são essas coisas? Já posso me livrar delas? Como fazer isso? A ideia é ter essa reflexão, muito propícia.

Não só apenas relativo a coisas grandes, mas também pequenas. Precisa limpar o HD do computador? Organizar os pendrives, HDs externos? Documentos? E-mails? Espaço de trabalho? A própria casa? Sabe, um ano novo costuma nos dar motivação para que resolvamos coisas que já passaram da hora de serem resolvidas. Essa revisão pode estimular ainda mais. Como o David diz: “você não tem problemas; você só tem projetos”.

O que o GTD faz é nos ajudar a gerenciar a vida como um todo, e viradas de ano fazem parte dela. Apenas isso. 😉 Vamos gerenciar, como todo o resto.

Permaneça no caminho
“Por favor, permaneça no caminho”

2 COMMENTS

  1. Oi Thaís! Compartilho da sua visão 🙂 Esse ano, digo 2017, foi o primeiro que utilizei o GTD e fico muito feliz por ter sido tão produtivo: fiz uma cirurgia que sempre quis, organizei uma viagem internacional que nunca tinha feito, consegui sair de um emprego que estava me fazendo mal e entrar numa empresa bacana e cheia de desafios, terminei uma pós… Eu me consegui fazer várias coisas, mesmo tendo que lidar com um diagnóstico de ansiedade e depressão. Fazer essa revisão agora no final foi fundamental para sentir todo esse significado que teve o meu ano, que foi o mais produtivo até agora mesmo com as partes ruins do percurso. Estou muito orgulhosa de mim! Grande abraço e obrigada!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here